Receba as últimas postagens no seu e-mail!

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Educativo Bienal: 9 Encontros sobre Arte Contemporânea Brasileira




Inscrições abertas!
 
9 ENCONTROS SOBRE ARTE CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA
 
O Educativo Bienal promoverá 9 Encontros sobre a Arte Contemporânea Brasileira entre os dias 24 de abril e 28 de setembro. O curso de 30 horas tem a proposta de refletir sobre conceitos, artistas e obras da 30 X Bienal, mostra que acontecerá de 17 de setembro a 8 de dezembro, celebrando os 60 anos da Fundação Bienal de São Paulo.
 
Com a intenção de conversar sobre as experiências pessoais como formas de aproximação com a arte, os encontros de formação também contarão com Ações Poéticas que propõem experiências estéticas, como outras formas de entendimento da arte e estímulo à percepção.
 
Fazendo a sua inscrição, você pode escolher os encontros dos quais participará. No final do curso (28 de setembro), entregaremos um certificado contemplando o número total de horas que cursar.
 
 
 
PROGRAMA DO CURSO
 
1º encontro:30 X Bienal
24 de abril (qua), das 19h às 22h
Conteúdo abordado: projeto curatorial e projeto educativo
Palestrante: Paulo Venâncio Filho e Stela Barbieri
 
2º encontro:Quantos vermelhos existem no mundo?
06 de maio (seg), das 19h às 22h
Artistas abordados: Antonio Manuel e Milton Dacosta, entre outros
Palestrante: Stela Barbieri
 
3º encontro:Onde começa a forma?
13 de maio (seg), das 19h às 22h
Artistas abordados: Hélio Oiticica e Iole de Freitas, entre outros
Palestrante: Pablo Tallavera
 
4 º encontro:Qual o espaço do esquecimento?
27 de maio (seg), das 19h às 22h
Artistas abordados: Maria Martins e Nuno Ramos, entre outros
Palestrante: Matias Monteiro
 
5 º encontro: Como se ocupa o espaço?
17 de junho (seg), das 19h às 22h
Artistas abordados: Artistas da Geração 80
Palestrante: Carlos Barmak
 
6 º encontro:Quando o objeto vira imagem?
24 de junho (seg), das 19h às 22h
Artistas abordados: Luiz Sacilotto e Abraham Palatnik, entre outros
Palestrante: Elaine Fontana
 
7 º encontro:Quando vira arte?
12 de agosto (seg), das 19h às 22h
Artistas abordados: Cildo Meireles e Nelson Leiner, entre outros
Palestrante: Ricardo Miyada
 
8 º encontro:Material é imaterial?
26 de agosto (seg), das 19h às 22h
Conteúdo abordado: Material educativo e artistas da mostra
Palestrante: Stela Barbieri
 
9 º encontro:Visita orientada à exposição
28 de setembro (sáb), das 10h às 17h
 
 
SERVIÇO:
9 Encontros Sobre Arte Contemporânea Brasileira
Datas: 24/4, 6/5, 13/5, 27/5, 17/6, 24/6, 12/8, 26/8, 28/9*
Horário: das 19h às 22h*
                 *no dia 28/9, a visita ocorrerá entre as 10h e 17h 
Local: Pavilhão da Bienal - Parque do Ibirapuera, Portão 3 – Auditório da Bienal (Lounge Bienal/Porão das Artes)
Público: professores, educadores sociais, estudantes e interessados.
Informações: (11) 5576-7611 | educativo@bienal.org.br    
 
É necessário talão de Zona Azul para estacionar no parque. Traga o seu! E não esqueça: o cartão de 1 hora, no parque, vale por 2 horas.
 
 
SOBRE OS PALESTRANTES:
 
Paulo Venâncio
É curador da  30 X Bienal, exposição que acontecerá no segundo semestre de 2013 em comemoração aos 60 anos de Fundação Bienal. Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1983), mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1992) e doutorado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998). Atualmente é professor titular da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em História da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte contemporânea, arte brasileira, crítica de arte, pintura e cultura brasileira.
 
Stela Barbieri
Artista plástica, curadora educacional da Fundação Bienal de São Paulo desde julho de 2009, e diretora da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake, desde agosto de 2002. Educadora há 25 anos na Escola Experimental Vera Cruz, atualmente é assessora de artes da Educação Infantil e Ensino Fundamental Ciclo I. É também assessora de artes das escolas Castanheiras e Nossa Senhora das Graças. Participou durante sete anos do programa “Escola que Vale” da ONG CEDAC (Centro de Educação e Documentação para Ação Comunitária) desenvolvendo oficinas de artes em várias regiões do país para professores de escolas públicas. Stela é também contadora de histórias e autora de livros infanto-juvenis.
 
Pablo Tallavera
Artista plástico, educador e pesquisador. Formou-se em Educação Artística pela FAAP em 2006 e trabalha com arte e educação há oito anos. Atuou como educador em várias exposições e instituições culturais de São Paulo, fazendo visitas educativas e cursos de formação para professores e educadores. É coordenador da formação de educadores da Fundação Bienal de São Paulo, pesquisador em processos experimentais de educação em exposições de arte e em processos artísticos contemporâneos a partir do seu trabalho em pintura. Também é pesquisador musical e atua como DJ de eventos culturais.
 
Matias Monteiro
Possui mestrado em Arte na linha de pesquisa de Poéticas Contemporâneas (2008) e bacharelado em Artes Plásticas (2004) pelo Instituto de Artes da Universidade de Brasília. Atua como artista, curador, professor e junto a programas educativos em museus e espaços culturais. Tem experiência na área de Arte, com ênfase em Artes Plásticas, atuando principalmente nos seguintes temas: Arte moderna e contemporânea, Arte e Psicanálise, Poéticas Contemporâneas, Fruição e Apreciação da obra, Educação em Museus, Expografia Moderna e Paedoestética e Poéticas do Infantil. Atualmente é graduando do curso de Museologia da Universidadede Brasília.
 
Carlos Barmak
Educador, artista plástico, artista gráfico e compositor. Formado pela London International Film School, Londres em 1982. Trabalhou como assistente de atelier e montagem do artista plástico americano Dennis Oppenhein, Nova York,1984. Foi coordenador geral e de criação do Setor Educativo do Museu de Arte Moderna de São Paulo – Educativo MAM, de 1997 a 2004. Coordenador geral do Setor Educativo do Instituto Moreira Salles, de 2005 a 2007.  Coordenador pedagógico do Instituto Rodrigo Mendes. Professor formador do Programa Escola Que Vale- Do Centro De Educação e Documentação para Ação Comunitária (Cedac). Professor de cursos de arte contemporânea para público em geral, professores e educadores do Instituto Tomie Ohtake. Coordenador de Ensino do Educativo da Fundação Bienal de São Paulo.
 
Elaine Fontana
Especialista em educação e curadoria pelo MAC/USP e graduada em Artes Visuais, bacharelado e licenciatura pela FMU. Integra equipe da área de ação educativa do Museu Lasar Segall há 8 anos e está atualmente na coordenação de equipe e projetos. Por dois anos exerceu cargo de professora na rede estadual de ensino de São Paulo e desde 2003 trabalha como educadora em diversas instituições culturais. Atualmente coordena a formação de educadores da Bienal de São Paulo, onde trabalha desde 2010.
 
Ricardo Miyada
Educador, escritor, fotógrafo e cineasta, trabalha no Educativo Bienal de São Paulo como palestrante e produtor de conteúdo. Em 2010, ministrou oficina de vídeo no SPA das Artes, no Recife e, em 2011, curso de fotografia no Instituto Tomie Ohtake (ITO). Escreveu material educativo de professores e alunos para o ITO e para o Museu de Arte do Rio de Janeiro. Ingresso no Curso Superior do Audiovisual da Universidade de São Paulo em 2008, trabalhou durante dois anos no CINUSP Paulo Emílio, produzindo mostras, workshops e catálogos para os membros da universidade.  Realiza curtas-metragens como diretor, fotógrafo e roteirista.  Em 2010, corroteirizou o episódio piloto e o projeto de série animada "Platz na Cidade", realizado pelo AnimaTV.

Nenhum comentário: